Toldos BH
|| Regiões Atendidas || Região da Cidade Industrial, Contagem, Betim e Esmeraldas
Regiões Atendidas

Região da Cidade Industrial, Contagem, Betim e Esmeraldas

Cidade industrial

Tem toldo na cidade Industrial, você sabia?

A urbanização da Grande BH começou no final da década de 1940 no Vetor Oeste quando; Belo Horizonte, Contagem e Betim se ligaram no chamado Eixo Industrial; e também Jardim Riacho das Pedras, Parque BH Industrial, Parque das Mangabeiras-CH, Parque Industrial Presidente Vargas, Industrial Santa Maria, Monte castelo e  Novo riacho

Contagem/ Eldorado

 

Tem toldo em Contagem e toldo no Eldorado, você sabia?

No início do século XVII, nas terras da sesmaria do capitão João de Sousa Souto Maior, um terreno conhecido como Sítio das Abóboras, foi instalado um posto de fiscalização. Em 1715, Dom Brás Baltasar refere-se a este posto ao escrever no termo da junta: “quanto ao gado, se levantarão registros como o que está posto nas Abóboras”. Em torno desse posto, surgiu um pequeno povoado. A população ergueu uma capela para abrigar o Santo protetor dos viajantes (São Gonçalo do Amarante) e logo surgia o arraial de São Gonçalo de Contagem – uma homenagem ao santo e uma referência à contagem das cabeças de gado, de escravos e mercadorias para serem taxadas.

Em 1854, o arraial foi elevado à categoria de paróquia, separando-se da paróquia do Curral Del-Rei. Em 30 de agosto de 1911, foi elevado à condição de município com o nome de Contagem. Já então, o município compreendia os distritos de Contagem, Campanhã (Venda Nova), Vera Cruz e Vargem da Pantana.

A partir da década de 1930, Contagem passaria a ocupar um lugar central no desenvolvimento mineiro. Durante o IV congresso Comercial, Industrial e Agrícola, realizado em Belo Horizonte em 1935, surgiu a proposta de concentrar atividades industriais mineiras em uma área específica. Essa proposta tinha como objetivo superar o atraso econômico mineiro e representava uma aposta no caminho da industrialização.

Em 1970, também por iniciativa do setor público, foi constituído o segundo grande projeto de expansão industrial em Minas. Mais uma vez o foco foi localizado em Contagem. Por força da lei municipal no 911, de 16 de abril, foi implantado o Centro Industrial de Contagem, mais conhecido pela sigla “CINCO”. O projeto previa a instalação de 100 novas fábricas e a geração de 20 mil novos empregos, com recursos do então BNDE (40%) e da própria Prefeitura de Contagem (60%).

Com anos, em torno dessa base industrial, se desenvolveu uma extensa malha de serviços e equipamentos públicos. Destaca-se criação do entreposto d as Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S/A (CeasaMinas), ainda em 1974, e o surgimento do Eldorado, verdadeiro centro comercial da cidade atualmente. O entreposto do CEASA é o mais diversificado do Brasil e ocupa o segundo lugar nacional em vendas de hortigranjeiros.

O poder administrativo resolve ampliar as instalações industriais, tornando possível a implantação do CINCO, com o objetivo de expandir seu parque fabril.

 Betim

Tem toldo em Betim, você sabia?

Há poucos registros sobre a ocupação da região de Betim antes da chegada dos luso-brasileiros no século XVIII.

No seu território, foram encontrados vestígios líticos lascados (área de implantação da alça viária que interliga as rodovias federais BR 381 e BR 262).

O Museu da Cidade abriga também vestígios líticos polidos (lâminas de machado) encontrados nos bairros Capelinha e Açude.

A região onde hoje se situa Betim foi ocupada por luso-brasileiros a partir do final do século XVII, quando sertanistas e aventureiros paulistas descobriram metais e pedras preciosas em Minas.

Três cartas de sesmaria foram concedidas em seu atual território em 1711, sendo mais conhecida a que foi concedida ao bandeirante Joseph Rodrigues Betim, genro de Borba Gato e ligado à bandeira de Fernão Dias.

Seu primeiro núcleo de povoação a ganhar relevância foi o Arraial da Bandeirinha, responsável pela ereção da Capela Nova do Monte do Carmo, que depois deu nome à região. Conhecida desde então como Capela Nova do Betim, a região se consolidou como ponto de parada de tropeiros e produção para o abastecimento das regiões mineradoras de Minas.

Foi elevada a distrito em 1801 e a município em 1938, em reforma administrativa empreendida pelo governo do estado.

Grande impulso econômico aconteceu na década de 1960, com a instalação da Refinaria Gabriel Passos e da Fiat Automóveis, por iniciativa do governador Rondon Pacheco. A industrialização de Betim mudou seu caráter de cidade interiorana, multiplicando sua população e diversificando sua cultura.

Esmeraldas

Tem toldo em Esmeraldas , você sabia?

Esmeraldas, antigo distrito criado com denominação de Santa Quitéria em 1832/1891 e subordinado ao município de Sabará, tornou-se vila pela lei estadual nº 319 de 16 de setembro de 1901 e recebeu status de cidade em 1925. A partir de 1943 recebeu a sua denominação atual.